Cana: Safra / Moagem

Ranking: As 100 cidades que mais geraram riqueza por hectare de canavial

São Francisco de Itabapoana (RJ) apresentou o canavial mais rentável do ano; média nacional subiu 12,2% na comparação anual


NovaCana - 24 nov 2021 - 09:42

A safra 2020/21 foi de crescimento para os produtores de cana-de-açúcar no Brasil. Além de um aumento de moagem, que alcançou a marca de 605,46 milhões de toneladas no Centro-Sul, de acordo com dados da União da Indústria da Cana-de-açúcar (Unica), o setor também viu o crescimento da produtividade média, que chegou a 77,9 toneladas por hectare.

Entretanto, os custos de produção também aumentaram. Segundo o Instituto de Pesquisa e Educação Continuada em Economia e Gestão (Pecege), os custos da cana-de-açúcar alcançaram a marca de R$ 9.184,60 por hectare, aumento de 7,5% em relação ao ciclo anterior.

Ainda de acordo com o instituto, apesar de o começo da safra 2020/21 ter sido promissor, a pandemia de coronavírus e as medidas de restrição, que afetaram diretamente a mobilidade urbana, pressionaram o preço do etanol. Mesmo assim, foi possível aliviar o impacto nos custos de produção com os bons preços do açúcar e a receita extra da cogeração de energia.

Neste contexto, os canaviais também se valorizaram em 2020. A partir do valor pago pela tonelada de cana e do rendimento de cada município brasileiro – dados divulgados anualmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – o NovaCana calculou a movimentação gerada por cada hectare de cana.

No período de janeiro a dezembro, na média nacional, o setor pagou R$ 6.071,48 por hectare colhido, crescimento de 12,2% ante 2019. Este também é o maior valor registrado na série histórica começada em 2007, ano em que o país registrou o menor valor, com R$ 2.695/ha.

O preço pago por uma tonelada de cana, por sua vez, teve um aumento de 10,8%, totalizando R$ 80,31/t. Novamente, este é o maior valor da série histórica, que pelos últimos três anos se manteve estável em torno de R$ 70/t.

Dentre os quinze estados com canaviais mais rentáveis de 2020, apenas o Maranhão contabilizou queda entre os dois últimos anos. Já entre as cinco principais cidades produtoras de cana em 2020, todas registraram aumento – o maior, 19,9%, foi em Nova Alvorada do Sul (MS), que passou de R$ 5.831,81/ha para R$ 6.989,66/ha em 2020.

IBGE2020 valiosos1 181021 block

Confira na reportagem completa, exclusiva para assinantes, as cidades e os estados com os canaviais mais valiosos de 2020. O texto ainda inclui comparações com os resultados registrados em 2019.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail



x