Cana: Safra / Moagem

Moagem do Centro-Sul em 2021/22 deve atingir 530,8 mi toneladas, projeta StoneX

Até a primeira quinzena de novembro, o processamento acumulado alcançou pouco menos de 517 milhões de toneladas


StoneX - 30 nov 2021 - 11:00

A temporada 2021/22 de cana-de-açúcar no Centro-Sul deve ser encerrada com 530,8 milhões de toneladas, segundo nova estimativa divulgada hoje, 30, pela StoneX. O número representa uma redução de 0,4% em relação à publicação de outubro e de 12,3% no comparativo com o fechamento de 2020/21. Esta é a sexta revisão da consultoria para a temporada.

Até a primeira quinzena de novembro, o processamento acumulado pela região alcançou pouco menos de 517 milhões de toneladas. “Ao longo de 2021, nossas estimativas ficaram descoladas da média do mercado, já que nossos modelos apontavam para um processamento de cana acima de 530 milhões de toneladas – o que agora parece se confirmar com os acompanhamentos da Unica [União da Indústria de Cana-de-açúcar]”, destacam as analistas de inteligência de mercado do grupo, Marina Malzoni e Rafaela Souza.

Sob a ótica do Açúcar Total Recuperável (ATR), as chuvas abundantes dos últimos meses pressionaram a concentração de açúcares no colmo dos canaviais. Ao realizar simulações com o comportamento da moagem nas próximas quinzenas, a StoneX espera que o ATR médio da temporada corrente se situe em 142,4 quilogramas por tonelada, representando uma queda de 1,6% em relação ao ciclo anterior, além de ser um corte de 2,4 kg/t frente às estimativas anteriores.

estimativa stonex CS 301121

Quanto ao mix produtivo, a consultoria acredita que a reversão para o etanol ao final da safra atual tende a ser mais acentuada do que era esperado. A cotação PVU (sem frete, a retirar na unidade de produção) do anidro, com base em Ribeirão Preto (SP), operou com um prêmio sobre o contrato contínuo do açúcar em Nova York ao logo dos últimos meses, situando-se em 10,3% na última sexta-feira, 26.

A StoneX ajustou de 45,5% para 45% sua previsão para o mix açucareiro ao final de 2021/22. Consequentemente, a produção de açúcar é estimada em 32,4 milhões de toneladas, representando um recuo anual de 15,7%, além de ser 3,2% inferior ao anteriormente projetado.

Em relação ao etanol de cana, a estimativa também foi revisada negativamente, na ordem de 1,2%, com o volume a ser produzido pelo Centro-Sul estimado em 24,4 bilhões de litros – diminuição safra-a-safra de 12,3%. Especificamente, a StoneX projeta que 14,4 bilhões de litros de hidratado, retração anual de 23,2%, e 9,9 bilhões de litros de anidro (+10,2%) devem ser fabricados no acumulado de 2021/22.

Para o etanol de milho, foi mantida a projeção de que 3,5 bilhões de litros para a temporada corrente – sendo 2,5 bilhões de litros de hidratado (+31%) e 1,0 bilhões de litros de anidro (+54,2%).


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail



x