PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Cana: Safra / Moagem

Geadas pontuais voltam a áreas agrícolas do Brasil e risco se mantêm no sábado


Reuters - 20 mai 2022 - 12:13

Algumas áreas do Paraná, São Paulo e regiões mais altas do sul de Minas Gerais tiveram temperaturas negativas nesta sexta-feira, 20, com formação de geadas, uma vez que a nebulosidade diminuiu favorecendo a ocorrência do fenômeno pontualmente em lavouras, especialmente no milho paranaense, segundo meteorologistas.

Para Carine Gama, da Climatempo, houve registro de temperaturas mais baixas nesta sexta-feira em várias regiões do Paraná e Santa Catarina, na comparação com os registros dos últimos dias, marcados pelo frio intenso.

“Antes estava nublado em áreas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, então a temperatura não caiu tanto. Agora que a massa de ar seco limpou o tempo é mais propício para a queda de temperatura e formação de geadas”, disse Gama.

Ela disse que até o início da manhã desta sexta-feira a Climatempo não havia recebido fotos de lavouras atingidas por geadas, mas que houve condições favoráveis para o fenômeno em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

A Climatempo registrou temperaturas negativas em Caldas, no sul de Minas Gerais (-0,9 grau Celsius), e nas paranaenses General Carneiro (-0,4) e Ponta Grossa (-0,3).

Há áreas de milho no sudeste do Paraná, enquanto o sul de Minas Gerais é importante produtor de café, mas informações preliminares eram de que teriam ocorrido geadas pontuais e isoladas.

“(Tivemos) geadas pontuais em regiões de baixada localizadas na região sul e região metropolitana de Curitiba. Dificilmente refletirá em impactos relevantes para a agricultura em geral”, disse Edmar Gervásio, do Departamento de Economia Rural (Deral) do Paraná, segundo produtor nacional de milho. “A região oeste (do Paraná) com temperaturas mínimas em torno de 5 graus. Neste nível, o milho ainda é bem tolerante”, acrescentou ele.

Mesmo a região paulista de Limeira, histórica área produtora de laranja, teve temperaturas próximas de zero, com 0,7 grau Celsius positivo, disse a Climatempo. Temperaturas entre 3 e 4 graus positivos já dão condições para geadas fracas, explicou Gama.

“Em muitas regiões vamos ter relatos de geadas, em Guarapuava (PR) tivemos 1 grau, toda região alta do sul do Paraná, Palmas (PR), zero grau, provavelmente vamos ver muito relato de geadas no milho na região sul do Paraná”, acrescentou o agrometeorologista Marco Antonio dos Santos, da Rural Clima.

Ele explicou que a “temperatura caiu muito, porque não teve nebulosidade” como em alguns dias da semana, e que para sábado segue o risco “grande” de geadas pontuais. “Amanhã (sábado) podemos ter mais uma manhã gelada, até mais em alguns pontos da Serra Catarinense, sul e leste do Paraná como também em áreas do sul de Minas Gerais”, afirmou.

Ele disse que há risco para café, milho e cana-de-açúcar. “Não há previsão de geadas amplas, mas sim novamente de geadas pontuais”.

Ao longo da semana, algumas áreas registraram temperaturas que favoreceram a ocorrência de geadas fracas, em pontos isolados em áreas agrícolas, segundo meteorologistas. A aferição de eventuais perdas só é possível após alguns dias da ocorrência do fenômeno.

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x