PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Cana: Plantio

Insumos agroindustriais devem continuar pesando no bolso do produtor de cana

Segundo análise do Pecege, custos de produção começaram a subir no ano passado e apresentam tendência de alta


NovaCana - 14 abr 2022 - 09:48

O mercado de insumos agrícolas e industriais para as plantações de cana-de-açúcar, assim como outras culturas, vem sofrendo com diversos fatores externos que apareceram até mesmo antes do início do conflito entre Rússia e Ucrânia. No quadro atual, os fertilizantes são mais um item na série de incertezas para o setor sucroenergético.

A princípio, 2021 começou com uma esperança de melhora dos números da pandemia de covid-19, que havia paralisado todo o mundo no ano anterior. Além disso, havia uma relativa estabilidade cambial e, ainda, o retorno gradual das atividades econômicas.

Entretanto, com um novo pico da doença, os países tiveram que aumentar novamente suas restrições, impactando todo o mercado e fazendo com que os insumos mais utilizados pelo setor sucroenergético brasileiro tivessem aumentos.

Dentro deste cenário, e considerando também as condições mais atuais, o Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão (Pecege) realizou uma edição da Expedição Custos Cana com foco na escalada de preços dos insumos. O evento aconteceu na última quinta-feira, 7.

Em um primeiro momento, os analistas de custos agrícolas do instituto, Danilo Menegatti e Gabriel Casarotti, avaliaram os fatores que, no ano passado, levaram ao aumento do preço dos insumos. De acordo com eles, a relação de troca entre a compra dos fertilizantes e a venda dos produtos fabricados foi descendente no período.

Eles foram seguidos pelo analista Peterson Arias, que destacou projeções de preço para o curto prazo e traçou um panorama de como deve ser esse contexto de compra para a safra que está começando e para a próxima temporada.

Confira no texto completo, exclusivo para assinantes, a análise detalhada do Pecege quanto a alta dos insumos em 2021 e perspectivas para os preços dos fertilizantes e do diesel, além da projeção para a variação cambial nos próximos meses.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x