Cana: Meio ambiente

Tanque de usina se rompe em AL e provoca derramamento de melaço no Rio Jequiá

Equipes do ICMBio, Ibama e Secretaria de Meio Ambiente foram ao local para avaliar os danos. Ufal coletou amostras de água para análise


G1 - 24 nov 2020 - 15:29
Tanque de melaço de usina se rompe em Campo Alegre (AL)

O Rio Jequiá foi atingido por um derramamento de aproximadamente 15 mil litros de melaço após um tanque da Usina Porto Rico, localizada em Campo Alegre, no interior de Alagoas, se romper. O rio é utilizado para pesca, abastecimento de povoados, irrigação e agricultura.

Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o reservatório estava com um volume de 100 mil litros de melaço, e aproximadamente 15% atingiu o rio através de uma galeria pluvial.

A reportagem do G1 entrou em contato com a Usina Porto Rico às 15h e foi informada que os responsáveis por repassar esclarecimentos estão em uma palestra e só poderão atender a imprensa após o evento.

O rompimento ocorreu por volta de 1h30 da segunda-feira (23). O vazamento foi contido, mas parte do melaço ficou no solo e outra parte drenou para uma lagoa de decantação, que foi bombeada para canais de irrigação. O solo da planta industrial da usina também ficou com muito resíduo.

As causas do acidente estão sendo investigadas. Uma das hipóteses é que o tanque tenha se rompido por causa de uma pequena explosão de gases.

Equipes do Ibama, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO), da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e do Instituto de Meio Ambiente de Alagoas (IMA) foram acionados nesta terça (24) para fazer vistorias no local e para avaliar os danos causados.

Os órgãos responsáveis trabalham para identificar alterações na coloração da água, bem como a mortandade de peixes.

As amostras de água coletadas passarão por análises em laboratório da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

O melaço contém fósforo, cálcio, potássio, ferro e outros compostos. Dependendo da quantidade que atingiu o rio, pode causar alterações nos ciclos e problemas na qualidade da água. O produto não é tão tóxico, mas pode causar problemas.

Rio Jequiá

A bacia hidrográfica do Rio Jequiá tem uma área de 855,34 km², abrange 11 municípios alagoanos e sua população foi estimada em 264.095 habitantes em 2018. Os dados são da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Os municípios da bacia hidrográfica do Rio Jequiá são os seguintes:

  • Anadia
  • Belém
  • Boca da Mata
  • Campo Alegre
  • Jequiá da Praia
  • Junqueiro
  • Limoeiro de Anadia
  • Roteiro
  • São Miguel dos Campos
  • Tanque D'Arca
  • Taquarana
Tags: Alagoas