PUBLICIDADE
ARMAC
Açúcar: Mercado

Preço do açúcar bruto cai na ICE com moeda brasileira tocando mínima recorde


Reuters - 27 abr 2020 - 07:05

Os contratos futuros do açúcar bruto fecharam em queda nesta sexta-feira, pressionados por nova desvalorização da moeda do Brasil, principal exportador, o que torna os preços de commodities denominadas em dólar mais atrativos e pode desencadear vendas por produtores brasileiros.

O real tocou uma mínima recorde contra o dólar nesta sexta-feira.

O contrato maio do açúcar bruto fechou em queda de 0,11 centavo de dólar, ou 1,1%, a 9,73 centavos de dólar por libra-peso. O vencimento de primeiro mês chegou a tocar a marca 9,55 centavos no início da semana, menor nível desde junho de 2008.

Operadores disseram que a forte depreciação do real torna as exportações de açúcar ainda mais atrativas para as usinas brasileiras na comparação com as vendas de etanol, em reais, em um momento de baixa demanda pelo combustível.

“O enfraquecimento ainda maior da moeda apenas aumenta a tendência de maior produção de açúcar”, disse um trader de São Paulo.

O conglomerado de energia e logística Cosan disse esperar que algumas empresas brasileiras do setor sucroalcooleiro enfrentem uma situação financeira desafiadora devido à baixa demanda por etanol e a queda nos preços do adoçante.

O açúcar branco para agosto recuou 4,60 dólares, ou 1,4%, para 317,40 dólares por tonelada.

Nigel Hunt e Marcelo Teixeira


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x