Açúcar: Exportação

Raízen lidera ranking das 30 maiores exportadoras de açúcar em 2018 – lista completa

No geral, as exportações caíram 18% em relação ao mesmo período de 2017; relação completa traz as maiores exportadoras do ano, com os volumes, portos de saída e destinos


novaCana.com - 02 ago 2018 - 10:24 - Última atualização em: 23 jul 2019 - 11:43

Açúcar em excesso no mercado global, queda dos preços internacionais da commodity, dívidas elevadas das usinas brasileiras e necessidade de liquidez, problemas na produtividade dos canaviais, maior competitividade do etanol nos postos de combustível. Estes fatores refletem na queda das exportações brasileiras do adoçante bruto via navio.

De acordo com a agência marítima Williams, que verifica as saídas de açúcar pelos portos brasileiros, no primeiro semestre de 2018, os embarques somaram 8,45 milhões de toneladas. No ano passado, considerando o mesmo período, a quantia foi de 10,34 milhões – 18,3% a mais. Além disso, o volume do primeiro semestre é o mais baixo dos últimos seis anos.

Do total, 15,29% é originário das usinas da Raízen. A companhia é a primeira no ranking de exportação, com um montante de 1,29 milhão de toneladas.

O ranking das maiores exportadoras, além dos portos de saída e principais destinos do açúcar brasileiro – geral e por companhia – estão disponíveis na reportagem completa.

BL ranking exportadores açúcar navio 18072018V2

Leia mais:

- Ranking das 30 maiores exportadoras de açúcar
- Volumes totais exportados no primeiro semestre de 2018
- Histórico e detalhamento das exportações das cinco maiores empresas
- Exportação do adoçante por porto
- Principais destinos do açúcar brasileiro


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail