Açúcar: Exportação

Governo faz rateio de mais uma cota adicional de exportação de açúcar para os EUA

Volume total chega a 218,38 mil toneladas, que foram divididas entre 36 usinas da região Norte-Nordeste


novaCana.com - 30 abr 2020 - 08:34

Uma segunda cota adicional para exportação de açúcar brasileiro aos Estados Unidos foi confirmada em Diário Oficial. Conforme regulamentação do governo, o volume deve sair de usinas da região Norte-Nordeste durante a safra 2019/20 (outubro a setembro).

Com isso, o total de açúcar passa a ser 218,38 mil toneladas – além das 144,41 mil estabelecidas inicialmente, houve uma primeira cota adicional, de 12,78 mil toneladas. Esta segunda cota extra envolve de 61,19 mil toneladas da commodity.

Contabilizando o volume adicional, o montante total supera as exportações realizadas na safra anterior. De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Economia, entre outubro de 2018 e setembro de 2019, as usinas da região Norte-Nordeste enviaram 169,8 mil toneladas de açúcar para os Estados Unidos.

Rateio

Anualmente, os Estados Unidos determinam uma cota prioritária para compra do açúcar brasileiro e o governo nacional divide o volume entre as usinas do Norte e do Nordeste. O objetivo é que os produtores da região tenham mais previsibilidade na produção.

Conforme divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a usina responsável pela maior parte da cota adicional para 2019/20 é a Coruripe, localizada na cidade de mesmo nome em Alagoas. No total, serão 22,72 mil toneladas: 15,03 mil da cota inicial, 1,33 mil da primeira cota adicional e 6,36 mil da segunda.

No texto completo, saiba mais sobre o rateio realizado pelo governo brasileiro, incluindo a relação completa de usinas participantes e os volumes destinados a cada uma delas.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR