Açúcar: Exportação

Exportações de açúcar em maio e junho podem ultrapassar 2,6 milhões de toneladas

Expectativa da Williams é referente a navios com cais determinado até 29 de junho; em abril, volume de açúcar exportado foi de 1,28 milhão de toneladas


S&P Global Platts - 15 mai 2020 - 09:04

Por Nicolle Monteiro de Castro*

O Brasil exportou 1,283 milhão de toneladas de açúcar em abril – o maior volume para o mês desde 2017 – conforme apontam dados da agência marítima Williams publicados nesta quinta-feira (14). O movimento coincide com o aumento da produção da commodity após a maximização da produção de etanol nas duas últimas temporadas.

Além disso, de acordo com a Williams, os navios com cais determinado devem exportar 2,6 milhões de toneladas do açúcar brasileiro até 29 de junho. O valor é triplamente superior ao montante registrado no mesmo período de 2019 e 2018.

Os produtores do Centro-Sul passaram a considerar a possibilidade de maximizar a produção de açúcar na safra 2020/21 quando os preços internacionais começaram a subir em resposta às previsões do primeiro déficit global desde 2015/16 (temporada de outubro a setembro).

Logo após aquele déficit, calculado em 6 milhões de toneladas, o Centro-Sul exportou mais de 24,56 milhões de toneladas de açúcar em 2017/18 (abril a março), com 1,48 milhão de toneladas em abril. Naquela safra, a região processou 596 milhões de toneladas de cana e converteu 46,46% dela em 36,06 milhões de toneladas de açúcar.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR