Açúcar: Exportação

EUA podem elevar importação de açúcar por causa de problema na safra, diz FCStone


Agência Estado - 05 dez 2019 - 15:33

A ocorrência de neve em acumulados elevados e de forma antecipada nos Estados Unidos na safra 2019/20 deve prejudicar a produção de beterraba norte-americana e elevar a necessidade de importação de açúcar dos Estados Unidos, apontou o analista da INTL FCStone, Matheus Costa, em evento de perspectivas de commodities realizado pela consultoria em São Paulo.

Segundo o analista, a relação de estoque-uso nos EUA, atualmente em 10,5%, pode ser reduzida ainda mais no próximo relatório do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA). “A gente espera que os EUA ampliem a necessidade de importação de açúcar”, disse Costa.

Segundo ele, provavelmente México e países da América Central devem suprir a demanda norte-americana, mas esse movimento pode fazer com que mercados hoje atendidos por eles recorram ao açúcar brasileiro, produzido a partir da cana. O analista citou como exemplos Marrocos, Canadá, Uzbequistão, além de países europeus e africanos.

Já na Ásia, a concorrência da Tailândia e da Índia em relação ao açúcar brasileiro continua forte, apesar de os dois países ainda terem estoques elevados, o que significa que terão excedentes exportáveis, informou Costa. Ambos os países costumam suprir Oriente Médio e Sudeste Asiático.

Com esse cenário, parece “pouco provável” que em 2020 o Brasil ganhe participação nesses mercados mesmo com a perspectiva de queda da colheita na Tailândia e na Índia, concluiu o analista.

Leticia Pakulski