Açúcar: Exportação

Embarque de açúcar do Brasil fica perto do recorde em julho


Reuters - 04 ago 2020 - 07:20 - Última atualização em: 11 ago 2020 - 16:02

As exportações brasileiras de açúcar aumentaram 91,5% em julho em relação ao mesmo período do ano anterior, para 3,487 milhões de toneladas, e se aproximaram de um nível recorde de embarques mensais, conforme dados do governo federal divulgados nesta segunda-feira.

Até o momento, o maior volume já embarcado pelo país foi de 3,93 milhões de toneladas, em outubro de 2012, de acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

As usinas de cana têm contado com o apoio do câmbio e ampla disponibilidade de oferta para exportar, além de terem fechado grande volume de negócios antecipadamente. Na última semana, esta conjuntura já indicava que o embarque do mês chegaria perto de um recorde.

Com a moeda norte-americana negociada em torno de R$ 5,30, o secretário de comércio exterior do Ministério da Economia, Lucas Ferraz, afirmou nesta segunda-feira que a tendência é que o câmbio continue favorável às exportações brasileiras, sobretudo as do agronegócio.

Ele também destacou, em coletiva de imprensa pela internet, que não há preocupação por parte do governo com aumento da representatividade da China como importador dos produtos brasileiros.

O mercado chinês tem sido um dos principais destinos de exportação de açúcar do Brasil e lidera as aquisições de outras commodities como soja, carne bovina, suína e minério de ferro.

Nayara Figueiredo
Com reportagem adicional de Roberto Samora


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail