Açúcar: Exportação

Custo para exportação tem maior alta em 11 anos, limitando prêmio do açúcar brasileiro

O aumento é de 27% em seis semanas; despachos brasileiros de açúcar bruto do porto de Santos caíram 12% no ano


S&P Global Platts - 21 jul 2021 - 12:26 - Última atualização em: 21 jul 2021 - 16:21

Por Nicolle Monteiro de Castro*

O valor do prêmio para a exportação de açúcar brasileiro foi limitado pelo rali dos custos de embarque de produtos a granel que começou no início de junho deste ano, dois meses após o início da safra de cana 2021/22 no Centro-Sul, em 1º de abril.

A S&P Global Platts registrou o preço de US$ 64,50 por tonelada para granéis sólidos, considerando o embarque do açúcar saindo do porto de Santos até o porto chinês de Rizhao. Esta é a maior avaliação semanal desde 11 de junho de 2010, quando a Platts calculou o custo de US$ 66/t.

A curva de alta de preços começou em 3 de junho e, desde então, a avaliação semanal disparou em 27%.

Os participantes do mercado têm relatado que, nos níveis atuais de preço, algumas negociações feitas no início da safra a um preço CFR (custo e frete) fixo se tornaram impraticáveis, encorajando os comerciantes a adiarem o embarque.

Leia a análise completa no texto exclusivo para assinantes.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

Card image


x