Açúcar: Exportação

Brasil fixou 22,5% da exportação de açúcar de 2021/22 e já vende 2022/23, diz Archer


Reuters - 27 ago 2020 - 14:29

As usinas de cana do Brasil já fixaram preços de açúcar para cerca de 22,5% da exportação projetada para a temporada 2021/22, um aumento de 5,7 pontos percentuais ante o mês passado, em um movimento de antecipação de vendas inédito no país, disse a Archer Consulting nesta quinta-feira.

As fixações na bolsa de Nova York foram feitas ao valor médio de 12,19 centavos de dólar por libra-peso, sem prêmio de polarização, ante 12,07 centavos até o levantamento anterior.

A estimativa considera que a exportação brasileira de açúcar alcance 25 milhões de toneladas na próxima temporada. Os negócios externos têm sido impulsionados pelo câmbio e pela competitividade do Brasil.

“[Este é] um número (de fixações) que não encontra precedentes em relação às safras anteriores, pois as usinas jamais se anteciparam dessa maneira para a fixação de uma safra que só se inicia no ano que vem”, afirma a Archer.

archer 270820

O dólar médio de julho foi de R$ 5,2818, exatos R$ 0,09 acima do valor médio do mês anterior.

A Archer destacou ainda que no final do mês de julho cerca de 5% da safra 2022/23 já estava fixada pelas usinas.

Roberto Samora


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail