PUBLICIDADE
ARMAC
Milho

Preço do milho cai em Chicago por conta de clima nos EUA e embarques ucranianos


Reuters - 17 ago 2022 - 07:27

Os futuros de milho negociados nos Estados Unidos caíram pelo segundo dia consecutivo nesta terça-feira, 16, pressionados pelas chuvas em partes do Meio-Oeste do país, pela incerteza econômica na China e pelos embarques de grãos da Ucrânia em meio à guerra.

O contrato de milho mais ativo na bolsa de Chicago (CBOT) perdeu 18 centavos, indo para US$ 6,1025 por bushel.

As previsões de chuva nesta semana nas partes secas do oeste do cinturão de milho dos EUA pressionaram os mercados, apesar das condições de safra em declínio na semana passada, conforme relatado pelo Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês).

“A previsão estendida parece úmida e fria”, disse o especialista sênior em gerenciamento de risco da Top Third Ag Marketing, Ed Duggan. “Nós corremos em alta com quente e seco, e agora estamos recuando por causa da chuva”.

Na bolsa brasileira B3, o movimento de retração já dura três sessões. Nesta terça, o contrato para setembro caiu 2,17%, para R$ 85,70 por saca de 60 quilos, enquanto o com vencimento em novembro teve queda de 0,75%, indo a R$ 90 por saca.

Christopher Walljasper
Com reportagem de Gus Trompiz e Naveen Thukral; informações adicionais NovaCana


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x