PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Milho

Mato Grosso deve plantar 6,23 milhões de hectares de milho na safra 2021/22


Agência Estado - 07 dez 2021 - 11:38

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) elevou em 0,20% a estimativa da área para milho 2021/22 no estado em relação ao último relatório e aponta agora plantio de 6,23 milhões de hectares, aumento de 6,64% em relação à temporada anterior. "Este cenário segue pautado pela valorização no preço do milho nas últimas safras e elevada demanda do cereal, bem como pelas boas perspectivas quanto a semeadura do milho dentro da janela ideal do estado", disse em nota.

A entidade destaca que, analisando as regiões, o centro-sul ganha destaque com uma variação positiva de 2,39% ante a última estimativa. Este incremento foi pautado, principalmente, pelo cenário da semeadura de soja adiantada na região.

Por outro lado, conforme aponta o Imea, a área à oeste exibiu uma retração de 1,22% ante a estimativa anterior. “Isso porque as áreas de algodão que foram convertidas em milho na safra anterior, devido as intempéries climáticas da temporada, tendem a regressar para a cultura do algodão, uma vez que o adiantamento da semeadura da soja aponta para boas perspectivas quanto a área a ser semeada de algodão dentro da janela ideal de plantio do estado”, aponta.

O Imea diz também que, apesar de as previsões indicarem que 91,97% das áreas de milho serão semeadas dentro da janela ideal de plantio, "o ritmo no avanço da colheita da soja será um fator decisivo para que isso se consolide e, nesse sentido, as condições climáticas nesse período serão determinantes".

A produtividade do cereal continua estimada em 106,09 sacas por hectare na safra 2021/22, ficando 14,51% acima do ano anterior. A produção esperada pelo Imea é de 39,65 milhões de toneladas de milho, 21,75% mais que em 2020/21.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x