Milho

Emater acredita que geadas podem ter afetado áreas de milho no Rio Grande do Sul


Reuters - 26 ago 2022 - 08:06

As geadas ocorridas na última semana atingiram a região oeste do Rio Grande do Sul, onde há cerca de 13% da safra de trigo suscetível a perdas, embora os efeitos do frio ainda não tenham sido mensurados, disse nesta quinta-feira, 25, a empresa de assistência e extensão rural Emater-RS.

As geadas também atingiram áreas de milho da primeira safra 2022/23, que começam a ser implantadas. Segundo a Emater, alguns danos pontuais foram observados.

“A queda nas temperaturas deve retardar o processo de germinação e vigor inicial da cultura”, afirmou a entidade, sem detalhar quanto já foi plantado do cereal.

As chuvas ocorridas, principalmente no último dia 15, interromperam a semeadura de milho, que foi retomada somente após a redução da umidade nos solos para teores adequados.

Agora, a empresa estima que a operação de plantio deverá se acelerar até o fim do mês, aproveitando as boas condições.

“No aspecto fitossanitário, o frio e as geadas serviram para reduzir a população de cigarrinhas que causam enfezamento do milho, mas a incidência seguiu monitorada, com realização de eventuais controles”, completou.

Nayara Figueiredo


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x