PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Milho

Safrinha de milho no Centro-Oeste e Sudeste deve ver clima seco nos próximos dez dias


Agência Estado - 06 mai 2022 - 11:55

Áreas produtoras de milho de segunda safra devem enfrentar novas adversidades climáticas, projeta a EarthDaily Agro, que monitora áreas agrícolas a partir de análises de imagens de satélite. Segundo a empresa, o estresse hídrico persistirá em Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais nos próximos dez dias, tomando como base os mapas do modelo meteorológico europeu (ECMWF).

“Espera-se um acumulado de até 5 mm para praticamente toda a zona do milho safrinha nesse período e, com isso, a umidade do solo deverá continuar de 10% a 40% abaixo da média nos três estados, desenhando um cenário desfavorável para o desenvolvimento das áreas produtivas”, disse a empresa.

No caso de Mato Grosso, o modelo norte-americano (GFS) indica chuvas entre 9 e 18 de maio. “Os índices de vegetação apontam deterioração há algumas semanas e o maior volume de chuvas deve aliviar o estresse hídrico, caso a previsão do GFS se concretize. Por outro lado, se considerada a previsão do ECMWF, a umidade do solo deve continuar bem abaixo da média, o que pode limitar o potencial produtivo das lavouras”, disse.

Ainda conforme o levantamento, Goiás e Mato Grosso registraram chuvas 60% a 80% abaixo da média no acumulado dos últimos 10 dias, com volumes abaixo de 5 mm. “Do início de março até 4 de maio, a precipitação acumulada foi a menor nesse período nos últimos dez anos”, disse a EarthDaily Agro.

Tanto o modelo meteorológico europeu quanto o norte-americano preveem onda de frio nos próximos dias para as regiões produtoras de milho de inverno. “Em Mato Grosso e Goiás, as temperaturas mínimas devem variar de 10°C a 20°C, porém em Mato Grosso do Sul e Paraná as mínimas devem atingir de 6°C a 14°C. Há risco de geadas no sul do Paraná, com temperaturas de 6°C”.

O sul do Paraná, contudo, não está entre as principais regiões produtoras de milho em segunda safra – o norte e o oeste do estado concentram a produção.

Leticia Pakulski


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x