Internacional

EUA querem mais etanol na gasolina para reduzir o preço da bomba, dizem fontes


Reuters - 31 mar 2022 - 08:03

O governo Biden está considerando remover temporariamente as restrições às vendas de verão de gasolina com alto teor de etanol, como forma de reduzir os custos de combustível, disseram à Reuters três fontes familiarizadas com o assunto.

A iniciativa vem enquanto os preços da gasolina têm subido nos EUA, após a invasão da Ucrânia pela Rússia em fevereiro. Os preços da gasolina no varejo atingiram recordes em março, com a invasão abalando os mercados de energia no mundo todo.

A Agência de Proteção Ambiental disse que não poderia comentar se avalia a mudança, mas disse que está “considerando uma série de opções em todo o governo para ajudar a mitigar os impactos das ações da Rússia sobre os consumidores americanos”.

A ação seria bem recebida pela indústria do etanol, que tem lutado para aumentar as vendas da mistura de combustível, conhecida como E15, e suspender as restrições de verão. O E15 contém até 15% de etanol, contra os 10% encontrados na maioria das gasolinas americanas.

A proibição de E15 no verão foi imposta por preocupações de que o E15 eleve a poluição atmosférica em climas quentes.

Stephanie Kelly


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x