Etanol

EUA manterão mandato que determina mistura de etanol à gasolina


Valor Econômico - 19 nov 2012 - 08:55 - Última atualização em: 19 nov 2012 - 12:22

A Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) decidiu seguir com o mandato que determina o uso de etanol na gasolina nos Estados Unidos, negando pedidos para suspender a exigência depois que uma seca em meados deste ano no país devastou as lavouras de milho — principal matéria-prima do biocombustível — e levou os preços a patamares recordes no mercado internacional.

A EPA disse hoje que a mistura não estava causando dano econômico e que a suspensão da norma reduziria os preços do milho em apenas 1%.

Os produtores de gado chegaram a se queixar de que o mandato de etanol sugaria a já apertava oferta de milho nos EUA. Em agosto, os governadores de Arkansas e Carolina do Norte pediram formalmente à EPA para renunciar ao padrão, o que provocou uma revisão da norma.

"Nós reconhecemos que a seca deste ano criou dificuldades em alguns setores da economia, especialmente para os criadores de gado", disse Gina McCarthy, executiva da EPA, em um comunicado. "Mas a nossa extensa análise deixa claro que a renúncia terá pouco ou nenhum impacto", concluiu.

Mariana Caetano