Internacional

Cropenergies avalia paralisar usinas de etanol por alta de custos


Reuters - 20 set 2022 - 06:15

A produtora alemã de biocombustíveis Cropenergies disse nesta segunda-feira, 19, que pode ter que reduzir ou interromper temporariamente a produção em algumas de suas usinas de etanol devido ao aumento dos custos de energia e matérias-primas.

A Cropenergies, que é subsidiária da maior refinaria de açúcar da Europa Suedzucker, disse que o foco particular estaria em sua planta em Wilton, Reino Unido, uma vez que o aumento dos preços do gás natural e da energia exerceu forte pressão sobre a lucratividade da planta.

A usina, que tem capacidade de produção anual de 400 mil metros cúbicos de etanol renovável, pode até encerrar as operações a partir de janeiro de 2023, disse a empresa.

A Cropenergies afirmou que as maiores importações de etanol para a União Europeia e Reino Unido vindas do Brasil e dos Estados Unidos reduziram os preços de venda do biocombustível.

Os preços do etanol importado do Brasil despencaram após fortes cortes de impostos sobre os combustíveis, principalmente a gasolina.

“Nas próximas semanas, a administração monitorará de perto os mercados de energia, grãos e etanol e decidirá se serão necessários ajustes de capacidade ou mesmo um desligamento temporário de usinas individuais”, disse a empresa.

Anneli Palmen


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x