Internacional: Açúcar

Índia fabrica 39,4 mi t de açúcar em 2021/22 e supera Brasil como maior produtor global


Agência Estado - 05 out 2022 - 11:01

A Índia se consolidou como o maior produtor e consumidor mundial de açúcar na temporada 2021/22.

O país processou recorde de cerca de 500 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na temporada 2021/22 (outubro de 2021 a setembro de 2022). Destas, cerca de 357,4 milhões de toneladas foram processadas por usinas para fabricar cerca de 39,4 milhões de toneladas de açúcar, aumento de cerca de 17% ante o ciclo 2020/21.

Os dados foram divulgados hoje, 5, pelo Ministério do Consumidor, Alimentação e Distribuição Pública.

Com isso, o país asiático desbancou o Brasil que, em sua temporada 2021/22 (abril de 2021 a março de 2022), registrou produção total de 35,05 milhões de toneladas do adoçante.

A Índia também se firmou no ciclo como o segundo maior exportador global do alimento, atrás apenas do Brasil. As exportações indianas acumularam 10,9 milhões de toneladas de açúcar no período.

A temporada também se destaca por não haver assistência financeira (subsídios) do governo da Índia aos produtores locais para orientar a venda no mercado interno ou externo, prática que foi condenada por outros grandes produtores globais e pela Organização Mundial do Comércio (OMC) e persistia até o ciclo 2020/21.

Segundo o ministério indiano, o mercado foi favorecido pelos preços internacionais e pela política de apoio do governo indiano. “O governo tem incentivado as usinas de açúcar a direcionar o açúcar para o etanol e também a exportar o açúcar excedente para que as usinas de açúcar possam fazer o pagamento da cana aos agricultores em tempo”, afirma, em nota.

De acordo com o relatório, as exportações renderam divisas de cerca de US$ 4,9 bilhões para o país.

Ainda conforme a entidade, o crescimento do setor de etanol no país, nos últimos cinco anos, também apoiou o setor de açúcar. Do total produzido de açúcar em 2021/22, o país destinou 3,5 milhões de toneladas para a produção de etanol.

“A capacidade de produção de etanol das destilarias à base de melaço ou açúcar aumentou para 605 milhões de litros por ano e o progresso ainda continua para atingir as metas de 20% de mistura até 2025”, destaca o órgão. Atualmente a mistura de etanol na gasolina está em 10%.

A Índia encerra a temporada 2021/22 com um saldo de estoque de 6 milhões de toneladas de açúcar, volume capaz de atender às necessidades do mercado interno por 2,5 meses.

Gabriela Brumatti

Tags: Índia

PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x