Internacional: Açúcar

Gigante de Dubai avança para construir usina de açúcar de beterraba na Espanha


Bloomberg - 19 jul 2021 - 11:39

A Al Khaleej Sugar, de Dubai, proprietária da maior refinaria de açúcar baseada em porto do mundo, recebeu luz verde para construir uma fábrica na Espanha, estendendo seu alcance além do Oriente Médio e do Norte da África.

A empresa planeja iniciar a construção da fábrica em Mérida no próximo ano, disse o diretor administrativo Jamal Al Ghurair. O acordo entre sua subsidiária Iberica Sugar e autoridades espanholas foi assinado na sexta-feira, 16, disse ele.

A mudança ocorre no momento em que a Al Khaleej busca se expandir para o processamento de beterraba sacarina, com uma fábrica no Egito e agora outra na Espanha. Os negócios da empresa em Dubai, que processa a cana-de-açúcar in natura, tiveram margens menores nos últimos anos devido aos maiores suprimentos da União Europeia e da Índia, enquanto alguns de seus maiores mercados abriram fábricas próprias.

“Estamos fazendo algo semelhante ao que fizemos no Egito”, disse Al Ghurair por telefone na noite de sexta-feira, acrescentando que a empresa finalmente conseguiu se expandir para a Europa após uma tentativa fracassada no Reino Unido.

A nova fábrica exigirá um investimento de cerca de 500 milhões de euros (US$ 590 milhões) e produzirá até 900 mil toneladas de açúcar por ano, disse ele. Este é aproximadamente o mesmo tamanho da fábrica do grupo no Egito. As operações na Espanha estão previstas para começar em 2024.

A Al Khaleej, que lucra com o refino de açúcar bruto e a redistribuição no Oriente Médio e no Norte da África, enfrenta uma concorrência crescente na região. Ela perdeu mercados como o Iraque, pois o país impôs uma tarifa sobre as importações de açúcar branco após construir sua própria refinaria.

Em 2018, quando a Al Ghurair anunciou o investimento no Egito, disse que havia “uma mudança de paradigma da cana para a beterraba” no mercado global de açúcar.

Isis Almeida
Com tradução do Notícias Agrícolas