BASF
Internacional: Açúcar

Clima recupera canaviais indianos de Maharashtra e beneficia produção de açúcar


FCStone - 23 mar 2018 - 13:42

A área plantada de cana-de-açúcar e a participação de cana de primeiro corte aumentaram significativamente da safra anterior para a atual no estado indiano de Maharashtra, trazendo grande impacto positivo sobre a produtividade agrícola.

A Associação Indiana das Usinas de Açúcar (ISMA) projeta para a safra atual produção de 10,1 milhões de toneladas de açúcar no estado, um aumento de 141,2% na comparação com ano passado. De todo o aumento da produção indiana esperado para este ano, 64,7% está concentrado apenas em Maharashtra.

Segundo avaliação da INTL FCStone, este indicador foi beneficiado pelo bom nível das monções tanto em 2016, como em 2017, na maior parte das áreas produtoras, que garantiu a disponibilidade de água nos reservatórios para a irrigação da cana-de-açúcar.

"Como as monções em 2016 foram muito positivas - com precipitação entre 12% e 21% acima da média - os agricultores do estado retomaram com força plantio de cana naquele ano, também devido ao elevado preço pago pela matéria-prima graças aos preços fixados pelo governo", avalia o Analista de Mercado da INTL FCStone, João Paulo Botelho. Com isso, tanto a área plantada aumentou fortemente da safra passada para a atual, como a participação de cana de primeiro corte também aumentou de forma significativa, com grande impacto sobre a produtividade agrícola.

Destaca-se, entretanto, que a produção do estado ainda está projetada pela ISMA 3,6% abaixo da máxima registrada em 2014/15. Ou seja, mesmo com a produção mais do que dobrando este ano, ainda não foi capaz de recuperar a perda acumulada nos dois anos anteriores, que registraram queda na produção devido às monções fracas em 2015 - ano em que houve uma das mais fortes ocorrências de El Niño já registradas - quando as chuvas da temporada ficaram entre 33% e 40% abaixo do normal nas principais regiões produtores.