BASF
Internacional: Açúcar

Açúcar: lobby da UE defende rejeição de aumento de importação


Agência Estado - 12 nov 2012 - 16:40 - Última atualização em: 08 mar 2013 - 11:24

O grupo de lobby agrícola Copa-Cogeca pressionou os legisladores da União Europeia (UE) a rejeitarem a proposta das refinarias para aumentar as importações de açúcar nesta segunda-feira. A cooperativa argumentou que mais uma reestruturação na indústria de açúcar da Europa seria prejudicial para agricultores, trabalhadores e consumidores.

A Copa-Congeca também pediu a prorrogação das cotas de produção para além de 2015 (quando elas devem expirar) com o objetivo de estabilizar a indústria e estimular a competitividade. ´É vital manter as cotas até pelo menos 2020 para garantir que teremos um setor de açúcar viável nos próximos anos´, afirmou o secretário-geral da Copa-Cogeca, Pekka Pesonen.

O grupo também pediu mais sensibilidade aos fundamentos de oferta e demanda, liberando o bloco para produzir mais rápido do que o permitido no sistema atual, em que as negociações podem levar meses. ´Também precisa ser introduzido um mecanismo automático fora da cota de açúcar quando precisarmos manter o equilíbrio de mercado´, acrescentou Pesonen.

No ano passado, o mercado do açúcar passou por uma crise, pois a colheita de beterraba do bloco e as importações foram insuficientes para abastecer as usinas. Bruxelas permitiu cotas extras de importação e de venda interna, mas os preços dispararam em algumas regiões. Muitas refinarias foram obrigadas a suspender as operações, e hoje reclamam que as reformas do setor, realizadas em 2006, sufocaram a oferta e favoreceram os produtores de beterraba.

Instituídas nas reformas do setor de 2006, as cotas de produção de açúcar estão passando por revisão no Comitê do Parlamento Europeu. O Copa-Cogeca afirma que a reestruturação ´sem precedentes´ de 2006 fez com que 140 mil produtores de beterraba abandonassem a produção, provocando a perda de 10 mil postos de trabalho em áreas rurais. As informações são da Dow Jones.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail