Usinas

Usina Santa Adélia não se pronuncia sobre condenação por terceirização


Agência Estado - 03 mar 2017 - 08:13

A Usina Santa Adélia, grupo sucroenergético com três usinas no Estado de São Paulo, informou nesta quinta-feira, 2, ao Broadcast Agro, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, que "não se pronunciará" sobre a condenação pela Vara do Trabalho de Taquaritinga (SP) ao pagamento de R$ 500 mil por terceirizar os serviços de plantio, colheita e manutenção de cana-de-açúcar, consideradas atividades-fim. Em nota, a empresa disse que "o processo ainda se encontra sub judice".

O valor deverá ser revertido em benefício de projetos, iniciativas e/ou campanhas voltados aos trabalhadores abrangidos pela Vara do Trabalho do município. As informações são do Ministério Público do Trabalho (MPT), que moveu a ação.

José Roberto Gomes