Usinas

Tereos prevê aumento de 30% em volume do varejo da Guarani em 2017


Agência Estado - 06 mar 2017 - 08:49

A Tereos Açúcar e Energia do Brasil prevê aumento superior a 30% nas vendas de açúcar da sua marca de varejo Guarani no ano-safra 2017/2018, a ser iniciado em abril. A companhia espera comercializar 200 mil toneladas, ante 150 mil em 2016/2017. No atual período, encerrado este mês, a companhia fechará com um avanço de 40% no volume movimentado e ainda no faturamento, que chegará a R$ 400 milhões no mercado interno de açúcar.

Com uma série de ações para fortalecer a marca e ampliar a rede de distribuição, a Tereos viu o market share da Guarani sair de 6,5% para 10% em menos de um ano. O mercado de açúcar brasileiro ainda tem como líder a marca União, do Grupo Camil, com 39%, seguida da Caravelas, do Grupo Colombo, com 16%. Com os 10% de fatia, a Guarani assumiu o terceiro lugar, superando a Alto Alegre, do grupo homônimo, que tem 9%.

De acordo com o gerente de Varejo da Guarani, Gustavo Segantini, a estratégia da companhia para ampliar as vendas no mercado interno começou com uma campanha modesta por meio das redes sociais para fortalecer a marca. Em seguida, o foco foi crescimento dos pontos de venda do açúcar, hoje em 5 mil.

“Além de entender o consumidor, crescemos na distribuição, pois não estávamos presentes em grandes redes supermercados e atacados”, disse o executivo. Entre as grandes redes que passaram a comercializar o açúcar, cristal e refinado da Guarani, Segantini cita Pão de Açúcar/Assaí, Carrefour/Atacadão, Tenda, Guanabara e o Dia%.

Segantini admite que a saída da Petrobras da sociedade com a Tereos – formalizada recentemente com a compra da fatia da petroleira brasileira pela francesa – facilitou o setor de varejo, com o aumento da oferta do açúcar produzido pela empresa, com sete usinas sucroenergéticas, para o mercado interno. “A Petrobras tinha pressão de fornecimento do etanol e, sem essa pressão, conseguimos aumentar o mix açucareiro para a Guarani”, disse. “O preço do açúcar favorável e um mercado interno menos volátil que o externo também ajudaram a direcionar o produto ao varejo”.

O investimento nessa fase inicial para ampliar as vendas no varejo somou R$ 1 milhão e teve como foco ainda ações pontuais de marketing, como a participação no programa “Master Chef”, além das feitas nas redes sociais. Para crescer mais 30% este ano, a Guarani pretende concentrar as ações junto ao consumidor com a estratégia de, segundo Segantini, mostrar que “existe uma vida saudável no açúcar”. Além de pregar o uso do açúcar balanceado com outros alimentos, a companhia pretende fomentar as práticas esportivas, com o patrocínio e a criação de eventos do setor.

O próximo passo da Guarani, segundo o gerente, é ampliar o leque de produtos da empresa no varejo, com outros tipos de açúcar, como o demerara e o orgânico, além de alguns com sabores, que já são vendidos pela Tereos na Europa.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail