Usinas

Para Raízen, melhor produtividade na cana pode gerar receita extra de R$ 800 mi ao ano


Agência Estado - 11 mar 2020 - 07:26

Se a Raízen conseguir elevar a produtividade da cana-de-açúcar própria para a média dos fornecedores – 83 toneladas de cana por hectare –, a companhia pode ganhar receita extra de R$ 800 milhões por ano-safra. A média de 2019/20 foi de 71 toneladas por hectare da safra própria da companhia.

“Achamos que em dois anos, recuperamos esse ‘gap’”, disse o vice-presidente de Logística, Distribuição e Trading da Raízen – e futuro CEO da companhia –, Ricardo Mussa, durante o Cosan Day, realizado nesta segunda-feira em São Paulo.

O executivo afirmou que a companhia está fazendo um trabalho de “terceirização estratégica” da cana. “Onde fizer sentido terceirizar, faremos isso”, disse. Ele ressaltou, no entanto, que não há “número mágico” de cana terceirizada. “Cada usina tem seu perfil”.

Mussa substitui Luis Henrique Guimarães como CEO da Raízen em abril. Guimarães, por sua vez, passará a ser CEO da Cosan.

Augusto Decker e Luciana Collet