PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Usinas

Pernambuco reabre usina em recuperação judicial


AFCP assessoria - 31 out 2014 - 16:09

A usina Pumaty na Zona da Mata Sul pernambucana, em recuperação judicial e fechada desde 2012, voltará a funcionar a partir da próxima segunda-feira (3/11). A reabertura da unidade é possível por conta da sentença judicial em favor da Cooperativa do Agronegócio de Cana-de-Açúcar (Agrocan), que solicitou o seu arrendamento para evitar prejuízo maior aos canavieiros da região pois não teriam aonde moer 800 mil toneladas de cana devido ao fechamento de outras usinas no entorno, a exemplo da Pedrosa e Una açúcar este ano.

O alvará judicial autorizando a iniciativa foi concedida pelo juiz Francisco Julião nesta sexta-feira (31), através do processo nº 0074181-33.2014.8.17.0001. A reabertura da usina conta com o apoio da Associação dos Fornecedores de Cana (AFCP) e do Sindicato do Cultivadores de Cana (Sindicape). Um dos principais articuladores junto à Agrocan, cooperativa formada por produtores de cana que recebeu o direito de arrendar a unidade, foi o presidente do Sindicape, Gerson Carneiro Leão.

“Sem esta ação, seria significativa a quantidade de cana dos produtores independentes que ficariam no campo e sem remuneração, ampliando o prejuízo dos agricultores que já penam com a última seca”, explica o presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima.

A previsão inicial do excedente de cana era de 800 mil toneladas, mas o quantitativo ficou ainda maior porque duas usinas alagoanas fecharão as portas também, segundo informações da AFCP. Estas unidades recebiam a cana pernambucana todos os anos.

Diante da autorização judicial, liberando o arrendamento, os dirigentes das entidades apoiadoras, Lima e Leão, explicam que já neste sábado(1º) haverá uma reunião com os canavieiros da Zona da Mata Sul interessados em moer na Pumaty a cana que produziram. O encontro será às 9h, no pátio da usina.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x