Usinas

Sob nova direção, usinas de João Lyra em MG obtêm autorização para comercializar etanol

Unidades foram adquiridas pelos grupos Japungu e CMAA em dezembro de 2017 durante leilões da massa falida da Laginha Agroindustrial


novaCana.com - 12 ago 2020 - 16:20

Desde maio, a cidade mineira de Canápolis assiste à retomada das atividades na antiga usina Triálcool. Desde que foi adquirida pela Companhia Mineira de Açúcar e Álcool (CMAA), em dezembro de 2017, a unidade passou por investimentos estimados em R$ 120 milhões.

Agora, a usina – rebatizada de Canápolis – recebeu autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para voltar a comercializar etanol. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (12), que também informou que a unidade poderá produzir diariamente até 750 mil litros de etanol hidratado e 300 mil litros de anidro.

No final de maio, a usina Vale do Paranaíba já havia sido autorizada pela ANP a produzir até 650 mil litros de hidratado e 400 mil litros de anidro diários. A unidade, localizada em Capinópolis (MG), agora pertence ao grupo Japungu e também foi adquirida em dezembro de 2017.

As duas usinas faziam parte da massa falida da Laginha Agroindustrial, do empresário João Lyra, e não possuíam autorização da agência reguladora desde maio de 2015.

Saiba mais sobre o histórico das usinas no texto completo (exclusivo para assinantes).


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail