Vallourec
Usinas

Após leilão sem lances, duas usinas da Infinity Bio-Energy serão controladas por credores


novaCana.com - 24 jun 2016 - 10:06

A estratégia da Infinity Bio-Energy, do Grupo Bertin, para evitar a falência esbarrou no ainda baixo interesse do setor por aquisições após os anos de crise na indústria sucroenergética. Em recuperação judicial desde 2009, a companhia conquistou em maio, na justiça, o direito de prosseguir com um plano de reestruturação que previa o leilão de duas de suas seis usinas.

No entanto, o leilão realizado nesta quinta-feira (23) não contou com um único lance. Agora, as usinas Ibirálcool, em Ibirapuã (BA), e Usinavi, em Naviraí (MS), passarão ao controle dos credores de forma proporcional à participação de cada um no montante total da dívida.

Conforme noticiado pelo Valor Econômico, a Ibirálcool deverá ficar sob controle da gestora de fundos americanos Amerra Capital Management, um dos credores majoritários da companhia. A dívida dessa unidade é de R$ 101,65 milhões.

Já o controle da Usina Usinavi, ainda de acordo com o Valor, deverá ser dividido entre a Amerra, o fundo de investimentos americano CarVal e demais credores. Nesse caso, o endividamento é de R$ 943,48 milhões.

Além disso, a dívida somada das duas usinas (R$ 1.045,13 milhões) representa cerca de metade da dívida total do Grupo Infinity, calculada em aproximadamente R$ 2 bilhões.

novaCana.com
Com informações do Valor Econômico