BASF
Usinas

Santa Terezinha divulga plano de recuperação; assembleia deve ocorrer até outubro


novaCana.com - 06 ago 2019 - 09:34 - Última atualização em: 07 ago 2019 - 10:17

Após mais de um ano em negociação com credores e com dívidas que superavam R$ 4 bilhões, em março deste ano, a Santa Terezinha se uniu à relação dos grupos sucroenergéticos que entraram com pedidos de recuperação judicial. A requisição foi aceita em 15 de abril, e o grupo teve o prazo de 60 dias para apresentar um plano de recuperação.

O texto, conforme determinação da juíza substituta da 4ª Vara Cível de Maringá, Roberta Scramim de Freitas, deveria ser “concreto e objetivamente viável, fundamentado e documentado, para soerguimento das empresas, sob pena de convolação em falência”.

Desta forma, em junho, a Santa Terezinha divulgou um plano de recuperação judicial que busca “superar sua crise econômico-financeira e reestruturar seus negócios”. Segundo o documento, os pontos estabelecidos devem permitir que as atividades sejam preservadas e adequadas, mantendo o pagamento de tributos e os empregos, além de tornar possível a renegociação do pagamento dos credores.

No momento, a companhia está realizando reuniões com os credores para eventuais alterações no plano. A previsão é que ocorra uma assembleia entre setembro e outubro, quando o texto final será analisado e aprovado.

Confira, na versão completa, detalhes sobre o plano inicial apresentado pela Santa Terezinha.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR