Usinas

ETH e a indiana Shree Renuka encerram negociações para fusão de ativos


Valor Econômico - 22 nov 2012 - 08:49

A Shree Renuka Sugars e a ETH Bioenergia, empresa sucroalcooleira do grupo Odebrecht encerraram as negociações para uma fusão de suas unidades de açúcar e etanol do país. Segundo fontes ouvidas pelo Valor, não houve acordo em relação a "aspectos estratégicos" do negócio.

As empresas já negociavam uma possível fusão desde o segundo trimestre do ano, e há cerca de 2 meses entraram na fase de due diligence (auditoria). Procuradas, as companhias não comentaram.

A Renuka do Brasil, subsidiária da Shree Renuka que negociava com a ETH, detém duas usinas em São Paulo, com capacidade total para moer 10,5 milhões de toneladas de cana e produzir até 295 MW (Megawatt) de energia. Já a ETH Bioenergia tem oito unidades industriais no Centro-Sul que, nesta temporada, devem processar juntas 20 milhões de toneladas de cana.

A Renuka do Brasil tem uma dívida próxima de R$ 1,3 bilhão e a ETH devia, ao fim de março de 2012, R$ 8,09 bilhões, sendo R$ 1,67 bilhão no curto prazo (vencimento em até 12 meses) e R$ 6,42 bilhões de longo prazo (vencimento até 2028).

Fabiana Batista