BASF
Usinas

Cade aprova compra de ativos da Louis Dreyfus pela São Martinho


Valor Econômico - 21 jan 2013 - 18:20

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, o negócio em que o grupo sucroalcooleiro São Martinho quer comprar os ativos agrícolas da Usina São Carlos, pertencente à Biosev, do grupo Louis Dreyfus Commodities.

A aquisição é estimada em cerca de R$ 200 milhões e foi anunciada em dezembro do ano passado.

Na operação, a Biosev venderá à São Martinho, a partir da safra de 2013/2014, o canavial da usina - localizada em Jaboticabal (SP) -, contratos e ativos agrícolas, e o armazém de açúcar, de acordo com informações enviadas pelas companhias ao órgão antitruste. A oferta potencial envolvida no negócio é de 1,85 milhão de toneladas de cana-de-açúcar.

"Não é objeto da operação qualquer ativo industrial relacionado à produção de açúcar, álcool, energia elétrica ou outros subprodutos", diz o documento.

Uma nova empresa, a Newco, será usada para transferir os ativos. A São Martinho será dona de todas as ações desta companhia.

O objetivo do grupo sucroalcooleiro é expandir a produção e o processamento de cana-de-açúcar na região. Já a Biosev quer melhorar o "posicionamento de parte de sua operação agroindustrial, concentrando os seus investimentos em outras unidades do grupo econômico", ressaltou ao Cade.

O caso foi analisado pela nova lei de defesa da concorrência. Com o aval publicado hoje no Diário Oficial da União, o órgão antitruste autorizou que a operação seja realizada.

Thiago Resende


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail