Usinas

Biogás traz novos caminhos para a indústria de cana

Principais indústrias já investem na geração do combustível, o que pode reduzir em muito os custos das usinas


Folha de S. Paulo - 16 out 2019 - 09:10

A indústria brasileira de cana já tem uma boa participação na geração de energia renovável, por meio da produção de etanol e da geração de vapor e de eletricidade. Mas as usinas poderão dar um passo significativo a partir de agora com a geração de biogás.

Algumas das principais empresas do setor já estão investindo nesse segmento, utilizando produtos subutilizados do processamento de cana. Entre eles, vinhaça, outros resíduos do processo de moagem e folhas.

A avaliação é de Andy Duff, do Rabobank. Para ele, esse biogás é adequado para a queima de energia de geradores de eletricidade e pode ser usado como substituto do gás natural para uso industrial e doméstico.

No futuro, será possível o uso de metano gerado dessa maneira como substituto do diesel nos tratores e caminhões envolvidos na operação de safra da cana, reduzindo em muito os custos das usinas. Além disso, a utilização desse combustível favorece a redução de emissões de gases do efeito estufa, afirma Duff.

O caminho é longo, mas a aliança entre as principais empresas dos setores sucroenergético e da indústria de tratores e de caminhões abre espaço para avanços.

Mauro Zafalon


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail