Usinas

Barclays vê potencial de 20% na valorização das ações do São Martinho


Valor Econômico - 19 dez 2012 - 10:35 - Última atualização em: 19 dez 2012 - 14:11

O banco Barclays avaliou como positiva a compra da Usina São Carlos pelo grupo São Martinho.  "O acordo vai proporcionar ganhos de escala e margens mais elevadas ao São Martinho", diz nota divulgada hoje pelo banco. O Barclays trabalha com preço alvo para a ação da São Martinho em R$ 30, isto é, valorização de 20% em relação ao fechamento de segunda-feira, quando o papel encerrou o dia a R$ 25.

O grupo sucroalcooleiro São Martinho acertou a compra, por R$ 199,6 milhões, de todos os ativos agrícolas da Usina São Carlos, localizada em Jaboticabal (SP) e controlada pela Biosev, braço sucroalcooleiro da francesa Louis Dreyfus. Esses ativos foram repassados a uma nova empresa, batizada de Newco, e somam um volume de 1,850 milhão de toneladas de cana-de-açúcar. Essa matéria-prima passará a ser processada na Usina São Martinho, distante, em média, 30 quilômetros desses canaviais.

Fernanda Pressinott