BASF
Usinas

Ativos do grupo Carolo estão sendo leiloados por R$ 24,64 milhões

Fazenda Manchúria e equipamentos da usina Planalto estão parados desde 2015


novaCana.com - 13 nov 2019 - 10:07
Para finalizar os pagamentos previstos no plano judicial, ativos do grupo vão a leilão

O grupo Carolo, que está em recuperação judicial desde 2014, está leiloando alguns de seus ativos para cumprir com os requisitos do plano aprovado pelos credores. Desta vez, são a fazenda Manchúria e os ativos operacionais da Planalto Agroindustrial, localizados em Ibiá (MG), que estão à venda.

O grupo ainda possui uma usina em funcionamento: a Carolo, em Pontal (SP), que mói entre 2 milhões e 3 milhões de toneladas de cana-de-açúcar anualmente. Já a usina Planalto, em sua melhor fase, processava 3,5 mil toneladas por dia e gerava 500 empregos diretos.

A planta industrial que está sendo leiloada é composta por um conjunto de moendas, caldeiras e destilaria para a produção de etanol. A capacidade nominal dos equipamentos é de produção de 300 mil litros de etanol por dia, com espaço para armazenamento de 15 milhões de litros.

O novo leilão será dividido em três lotes. O primeiro diz respeito apenas aos 1.271 hectares da fazenda, com lance inicial de R$ 19,08 milhões. O segundo se refere aos ativos da UPI Planalto, composta de mesa alimentadora, picador, desfibrador, ternos e prédio metálico da moenda, ponte rolante, destilaria e caldeira, com lance inicial de R$ 5,56 milhões.

Já o terceiro concentra os dois primeiros lotes, com a fazenda Manchúria e os ativos da Planalto, com lance inicial de R$ 24,64 milhões. De acordo com o administrador judicial Alexandre Borges Leite, por mais que exista a autorização para que sejam feitas duas vendas, o principal interesse é vender tudo em um lote único.

“Quem quiser comprar pode comprar o lote único, com os equipamentos e a terra, ou então comprar separado: a terra em um lote e os equipamentos em outro”, explica. A divisão foi feita para garantir maior liquidez ao leilão, ou seja, aumentar o número de potenciais interessados e, consequentemente, as chances de comercialização.

Realizado pela MaisAtivo Judicial, o leilão de todos os lotes deve começar em 25 de novembro, com encerramento em 18 de dezembro. Conforme Leite, já surgiram duas propostas de interessados na compra dos ativos, além de contatos em busca de mais informações. “A expectativa é boa, e entendo que o valor é razoável, então, acho que dessa vez vai”, conclui.

Confira, na versão completa, mais detalhes sobre o leilão e o plano de recuperação judicial do grupo Carolo, assim como o histórico do processo desde 2014.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR