Tecnologia

Tecnologia consagrada no Nordeste conquista usinas do Centro-Sul


Universoagro - 01 ago 2013 - 09:51

Manter o negócio sucroenergético vivo no Nordeste não é uma tarefa fácil, por isso, quando foi lançada a variedade de cana RB 92579 apresentando índices significativos ganhos de produtividade, com rendimentos superiores a 30% em relação a outras variedades e resistência às adversidades de clima e solo, os produtores nordestinos a cultivaram em larga escala, tornando-se uma das variedades mais plantadas na região.

Mas se a RB 92579 era fantástica no campo, na indústria ela pecava, pois o seu caldo possui uma cor escura e avermelhada, o que dificulta a obtenção de açúcar de cor baixa, o que não atende as exigências do mercado, cujo padrão para exportação é abaixo de 150. "A região Nordeste tem perfil bastante açucareiro e muitas usinas que utilizavam essa variedade não estavam mais conseguindo fazer açúcar branco de qualidade. Foi então que, dentro da Usina Santo Antonio, em São Luiz de Quitunde, Alagoas, começou uma pesquisa para encontrar soluções", relata Marcelo Maia, diretor e gerente da unidade de Sertãozinho, da Coremal.

Marcelo explica que a tecnologia, que ganhou o nome de Prosugar, foi desenvolvida durante mais de oito anos no Nordeste. Por dois anos, a Santo Antonio aplicou a tecnologia em escala industrial. Depois de resultados positivos, ano passado foi o primeiro em que a solução foi viabilizada comercialmente.

Segundo o engenheiro Edmundo Coelho Barbosa, presidente do Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba (Sindálcool), essa tecnologia é uma grande inovação e que atende plenamente as necessidades do setor, pois não visa apenas o clareamento do açúcar, mas também a melhoria da performance industrial das unidades. "É a principal novidade tecnológica desenvolvida no Nordeste nos últimos anos", diz Edmundo.

Marcelo observa que ao utilizar a tecnologia Prosugar, consegue-se fazer uma retenção maior de açúcar na fábrica. "Vários índices apresentam melhora. Por exemplo, há redução de até 40% da viscosidade das massas e isso faz com que possamos retornar menos mel", afirma Maia. Ele lembra que, para a aplicação da tecnologia e aferição dos ganhos, os engenheiros da Engsugar prestam toda assistência técnica necessária.

A conquista do Centro-Sul
"A Prosugar é uma solução inovadora e encontrou na Coremal um distribuidor para viabilizar a sua colocação no mercado. No ano passado já começamos a atuar com 18 usinas, quando o foco maior eram as unidades da região Nordeste. A perspectiva é ampliar essa carteira de clientes nesse ano pelo País todo." Marcelo conta que os resultados do ano passado foram muito positivos, o que credencia a Coremal a trabalhar o produto junto às usinas da região Centro-Sul, o maior produtor de cana-de-açúcar do País.

Por isso, o Centro-Sul é hoje foco da Coremal na divulgação de uma de suas apostas para o setor sucroenergético: a Prosugar, tecnologia que a Coremal é distribuidora oficial.  Marcelo informa que a Coremal tem interesse em crescer sua atuação nos estados produtores de cana-de-açúcar no Sudeste e Centro-Oeste. Foi para facilitar a logística de atendimento aos estados canavieiros da região, como SP, MG, GO e MS, que a Coremal instalou uma unidade em Sertãozinho, SP. "Nossa intenção é estarmos estrategicamente mais próximos dos nossos clientes e desses grandes mercados." A empresa está entre os principais distribuidores de produtos químicos do País, e conta com 60 anos de história. E tem unidades em Recife, PE, Cotia e Sertãozinho, SP, Fortaleza, CE, e Simões Filho, BA.

Vale a pena
A Usina Sonora – unidade localizada na cidade de Sonora, no Norte do Mato Grosso do Sul – teve bons resultados com a utilização da Prosugar na safra passada, o que motivou a empresa a continuar aplicando o produto no ciclo 2013/14. De acordo com Yuri Gonzaga, gerente de processos da usina, a experiência da Sonora com a Prosugar na clarificação do açúcar foi muito positiva. "Numa época de cana ruim, devido a incêndios causados por raios, conseguimos obter boa porcentagem de açúcar especial abaixo de 150 de cor." Além disso, segundo ele, a empresa teve vários outros benefícios em decorrência da tecnologia, como aumento da eficiência e do rendimento da fábrica ("produzimos mais sacos de açúcar"), redução do uso de produtos químicos e redução do consumo de vapor.

Luciana Paiva e Clivonei Roberto


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x