BASF
Pesquisas

Morre professor da USP que atuou na eliminação das queimadas de cana

José Carlos Manço era aposentado da Faculdade de Medicina do município (FMRP) e especialista em pneumologia


Agência USP - 02 ago 2019 - 08:16

Faleceu nessa quarta-feira, 31 de julho, o professor José Carlos Manço. Aposentado da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, Manço era especialista em pneumologia e foi um dos primeiros pesquisadores a relacionar a queimada da palha da cana-de-açúcar com as doenças respiratórias da população no Estado de São Paulo.

Observações clínicas e epidemiológicas conduzidas pelo professor Manço colaboraram para a regulamentação e publicação da Lei da Queima de Cana-de-Açúcar, em 2002, pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, para eliminar a queima na pré-colheita da cana.

As últimas homenagens para o professor Manço serão realizadas nesta sexta-feira, 2 de agosto, a partir das 7h30, no Memorial Campos Elíseos, que fica na Rua Fernão Sales, 1287. O sepultamento será às 14h no Cemitério da Saudade, também em Ribeirão Preto.

Rita Sella