Máquinas e equipamentos

Indústria de Sertãozinho (SP) deve reaquecer em janeiro


Folha de S. Paulo - 12 dez 2012 - 06:47 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
equipamento-solda-tanque-121212
Apesar de o setor sucroalcooleiro viver uma crise de produção e não haver perspectivas de construção de novas usinas no país, a indústria metalúrgica de Sertãozinho (333 km de São Paulo) pode começar a se reaquecer no próximo mês.

Isso porque, com o fim da safra de cana-de-açúcar agora em dezembro, as usinas precisam ser parcialmente desmontadas e remontadas para manutenção.

Uma das especialidades do setor metalúrgico de Sertãozinho é justamente o de manutenção de usinas --a outra é a fabricação de indústrias inteiras de açúcar e etanol.

O intervalo entre o final da colheita deste ano e o começo da próxima é o momento de as usinas investirem para deixar suas instalações em ordem para a nova temporada de colheita da cana.

"É importante que se faça a manutenção", diz Sérgio Prado, representante regional da Unica (União da Indústria de Cana-de-açúcar).

Do contrário, segundo ele, "o desempenho [das usinas] pode ficar comprometido na próxima safra", que começa em abril de 2013.

De acordo com Prado, diversas usinas da região já começaram a fazer seus pedidos de manutenção. "Certamente haverá um avanço dos pedidos", afirmou.

O secretário de Indústria, Comércio, Abastecimento, Agricultura e Relações do Trabalho, Marcelo Pelegrini, afirma que o setor metalúrgico de Sertãozinho deve sentir uma melhora no número de pedidos de serviços.

"A demanda pode até dobrar", comenta Pelegrini. Mesmo assim, ele considera que a elevação deve apenas reduzir a capacidade ociosa que existe hoje nas indústrias e gerar empregos terceirizados.

Ele disse que não saberia quantificar os impactos positivos da entressafra, mas afirmou que certamente não chegarão perto dos números de 2007, quando as metalúrgicas chegaram a contratar aposentados e fizeram até "terceiro turno" de trabalho.

Na ocasião, houve grande expansão do setor sucroalcooleiro, com vários projetos de novas usinas --o que beneficiou diretamente a indústria metalúrgica da cidade.

Foto: Márcia Ribeiro-14.ago.2012/Folhapress

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail