BASF
Investimento

Raízen nega ter contratado banco para avaliar refinarias da Petrobras


Money Times - 08 jul 2019 - 08:50

A Cosan negou que a Raízen tenha contratado um banco para avaliar a compra de refinarias da Petrobras, mostra fato relevante divulgado nesta sexta-feira (5).

Na última quarta-feira (3), o Estadão informou que a Raízen, joint venture dos grupos Cosan e Shell, irá contratar um banco para estudar uma possível aquisição de refinarias da Petrobras.

“As companhias esclarecem que, apesar de constantemente analisarem oportunidades de novos investimentos e manterem contato com diversos participantes do mercado, não houve contratação de qualquer instituição financeira para avaliar as refinarias da Petrobras colocadas à venda”, esclarece o comunicado.

As vendas de refinarias da Petrobras fazem parte do programa de desvestimento para diminuir as dívidas da companhia e aumentar a concorrência no setor.

No dia 28 de junho, a empresa anunciou que iria vender quatro unidades de refino: Abreu e Lima, em Pernambuco; Landulpho Alves, na Bahia; Getúlio Vargas, no Paraná; e Alberto Pasqualini, no Rio Grande do Sul.

Renan Dantas