Investimento

Empresa recebe R$ 160 milhões para pesquisar biogás com biomassa das usinas


Valor Econômico - 17 mar 2014 - 16:25

A empresa brasileira de bioenergia, a GEO Energética, informou que a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) liberou para a empresa R$ 160 milhões destinados ao desenvolvimento de novas tecnologias para a expansão do uso de materiais orgânicos na produção do biogás no Brasil.

Há 13 anos no mercado, a GEO Energética detém tecnologia para a produção do biogás em larga escala a partir de resíduos orgânicos do setor sucroalcooleiro.

Com os recursos, segundo a empresa, será feito um conjunto de novas pesquisas envolvendo os processos de limpeza e purificação do biogás. Isso é necessário para que o biogás brasileiro possa alcançar especificações técnicas que garantam seu uso como combustível veicular (biometano) e para a geração de energia elétrica, conforme explicou a companhia em nota.

Os recursos da Finep darão suporte às pesquisas da GEO Energética por cerca de dez anos. As novas pesquisas terão sete focos diferentes, entre eles, o desenvolvimento de sistemas de produção de biogás com culturas energéticas, o aperfeiçoamento dos processos de biodigestão da biomassa e concentração do biogás e sua transformação em biometano.

Fabiana Batista


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail