PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Investimento

Bradesco BBI corta preço-alvo de ação da São Martinho por desvalorização do açúcar

Os preços do açúcar já caíram 35% nos últimos 12 meses devido ao menor consumo na Índia, taxas mais elevadas sobre as importações da China e preços mais baixos do petróleo


InfoMoney - 28 jun 2017 - 11:10

A equipe de análise do Bradesco BBI cortou o preço-alvo das ações da São Martinho (SMTO3) de R$ 25 para R$ 20 devido aos valores menores do açúcar e etanol. O valor é 26% superior em relação ao fechamento de segunda-feira (26).

A recomendação para os ativos foi mantida em outperform (acima da média do mercado, o equivalente a compra) devido aos resultados sólidos apresentados no último trimestre.

“A empresa conseguiu alocar volumes (basicamente esgotando os estoques) e obteve bons preços de açúcar (alta de 29% no ano) no trimestre. A São Martinho também começou a consolidar sua usina Boa Vista desde março, que estimamos ter adicionado 10% ao seu ebitda durante o trimestre”, afirma o Bradesco BBI.

Com a divulgação de guidance de 22,3 milhões de toneladas para a colheita 2017/2018, a São Martinho mostra que sua produção é mais concentrada no etanol. No entanto, os preços do açúcar já caíram 35% nos últimos 12 meses devido ao menor consumo na Índia, taxas mais elevadas sobre as importações de açúcar impostas pela China e preços mais baixos do petróleo.

“Embora a São Martinho esteja otimista quanto ao cenário de oferta e demanda de açúcar no médio e longo prazo, o [petróleo do tipo] brent não está ajudando. O preço do barril está 20% menor em 12 meses”, explica o Bradesco BBI.

Com preços mais baixos para o açúcar e o etanol, o Bradesco prevê queda de 10% no ebitda de 2017/18 e de 20% em 2018/19.

Weruska Goeking


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x