Financeiro

São Martinho confirma compra de canaviais da Usina Furlan em parceria com Raízen


Agência Estado - 06 jul 2018 - 07:22

A São Martinho e a Raízen Energia fecharam a aquisição dos ativos biológicos da Usina Açucareira Furlan, relativos à planta de Santa Bárbara D'Oeste, no interior de São Paulo. Em fato relevante, a São Martinho informa que o valor total da transação é de R$ 118 milhões.

As duas empresas vão assumir os contratos agrícolas e de fornecimento que totalizam aproximadamente 1 milhão de toneladas de cana de açúcar na região, dos quais 70% de produção própria e 30% de terceiros. A São Martinho assumirá dois terços destes contratos, e um terço ficará com a Raízen. Cada empresa pagará o valor proporcional relativa à operação.

A São Martinho processará sua parcela na Usina Iracema, em Iracemápolis. A capacidade de moagem da usina passará de 3 milhões de toneladas para 3,5 milhões. Os investimentos para essa ampliação somarão R$ 12,4 milhões, segundo a companhia. Esse aporte permitirá elevar a produção por safra em até 30 mil toneladas de açúcar ou 30 mil m3 de etanol, além de 18 mil MWh de energia adicional.

Em entrevista ao Valor Econômico, o sócio da FG/A, Gustavo Correa, explicou que a aquisição de canaviais é uma estratégia que permite o crescimento da escala de produção. O profissional, que assessorou a Usina Furlan no negócio, contudo, relata que “existem poucas áreas com potencial de expansão [no Estado de São Paulo]”.

Ele ainda aponta que a região de Avaré é vantajosa por ser próxima tanto do porto de Santos como de Ribeirão Preto, e por ter áreas de pastagem e soja sobre os quais os canaviais podem avançar.

Renato Carvalho
Com informações adicionais do Valor Econômico


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail