Financeiro

S&P rebaixa nota da Usina Coruripe devido à alta alavancagem

Emissão de CRAs também tiveram as notas reduzidas; condições climáticas e baixos preços do açúcar são alguns dos motivos


novaCana.com - 04 jul 2018 - 09:37

No começo de junho, a usina Coruripe concluiu uma conversão de debêntures em Créditos de Recebíveis do Agronegócio (CRAs). A emissão foi bem recebida pela agência de classificação de risco Standard & Poors (S&P) Global Ratings, que atribuiu a nota brA+.

Mas, no último dia 22, a S&P reduziu os ratings da usina. Segundo o relatório da agência, diversos fatores levam ao rebaixamento, sendo que alguns deles estão fora do controle da companhia por serem referentes à volatilidade do setor sucroenergético.

Além disso, a perspectiva de ratings de longo prazo é negativa e pode sofrer novo rebaixamento no período de 6 ou 12 meses. O principal motivo, segundo o documento, são as pressões sobre a liquidez da companhia.

A S&P considera, ainda, no rebaixamento da nota, as projeções do segundo superávit global na produção de açúcar, as oscilações do câmbio e as incertezas quanto à política de preços da gasolina no Brasil.

Confira, na versão completa, todos os fatores que levaram ao rebaixamento da nota da Usina Coruripe.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail