PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Financeiro

Após reestruturação da Agro, Odebrecht nega risco de recuperação judicial

Ações de bancos caíram até 5% na bolsa de valores depois de publicação afirmar que a empresa considerava pedir proteção contra credores nas próximas horas


Info Money - 22 jul 2016 - 14:16

Ao mesmo tempo em que o Ibovespa registrou sua 11ª alta em 12 pregões nesta quinta-feira (21), com ganhos de até 10%, chamaram atenção os papéis dos bancos, que caíram pressionados pelo risco de recuperação judicial da Odebrecht.

As ações dos bancos apareceram entre as maiores quedas do Ibovespa, atingindo na mínima do dia perdas de 5% (no caso do Banco do Brasil), ainda que a Odebrecht tenha negado o risco de entrada em recuperação judicial. A notícia circulou por meio do blog Brazil Journal, que afirmou que, nas últimas horas, cresceram as chances da Odebrecht pedir recuperação judicial, o que envolveria todas as empresas do grupo, com exceção da Braskem.

“São totalmente falsas as especulações em torno de uma suposta recuperação judicial da Odebrecht”, afirmou a companhia em comunicado. “A empresa não trabalha com essa alternativa”.

O conglomerado, que inclui a maior empreiteira do país, afirmou que o diálogo com bancos credores da companhia segue de forma positiva e mencionou a recente reestruturação financeira da Odebrecht Agroindustrial, que envolveu aporte de dinheiro, e a captação da Odebrecht Transport. “O programa de venda de ativos já vem dando resultado, com operações já fechadas e outras em fase final de negociação”, conclui o comunicado.

Com edição novaCana.com


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x