Financeiro

Raízen: lucro atribuível a controladores sobe 238% no 3ª trimestre


Agência Estado - 15 fev 2016 - 09:31

A Raízen, joint venture entre Shell e Cosan, apresentou lucro líquido consolidado atribuível aos acionistas controladores de R$ 1,062 bilhão no terceiro trimestre da safra 15/16, equivalente aos meses de outubro a dezembro, alta de 238,0% na comparação anual. O resultado se refere aos demonstrativos financeiros combinados da Raízen Energia e Raízen Combustíveis.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) do trimestre cresceu 71,2%, para R$ 2,187 bilhões.

A receita operacional líquida somou R$ 20,220 bilhões, expansão de 19,1% ante o terceiro trimestre da safra anterior. O resultado financeiro líquido combinado da Raízen foi de R$ 58,9 milhões positivos ante valor negativo de R$ 346,5 milhões do terceiro trimestre do ano safra anterior.

Fátima Laranjeira