PUBLICIDADE
renovacao renovacao
Financeiro

Preços mais baixos do açúcar não mudariam atratividade das ações da São Martinho


Money Times - 31 mai 2021 - 08:08

A Ágora Investimentos manteve a recomendação de compra e o preço-alvo de R$ 41 para a ação da São Martinho após a StoneX divulgar projeções de superávit de açúcar para a próxima temporada internacional, que tem início em outubro de 2021 e vai até setembro de 2022.

“Apesar de StoneX prever um excedente de açúcar para a safra 2021/22 (outubro a setembro), um cenário que geralmente sugere preços mais baixos do açúcar em relação à safra anterior, não estamos mudando nossa visão sobre a empresa brasileira de açúcar e etanol São Martinho”, afirmaram os analistas Leandro Fontanesi e Ricardo França, em relatório divulgado nesta sexta-feira.

A corretora seguiu com a mesma leitura porque, segundo Fontanesi e França, as estimativas não são particularmente novas para o mercado. A Ágora destacou que algumas projeções divulgadas anteriormente por outras consultorias já sugeriam um excedente global do adoçante para a safra.

Além disso, a Ágora modelou um preço conservador do açúcar para 2021/22, de 15,50 centavos de dólar por libra-peso – 11% abaixo do preço à vista, de 17,40 centavos de dólar.

Operação no Brasil

A StoneX prevê uma produção de açúcar no Centro-Sul do Brasil de 35,7 milhões de toneladas para a nova safra, volume menor do que os 36,1 milhões estimados no levantamento anterior.

A StoneX também reduziu a estimativa para a fabricação de etanol de cana na safra 2021/22, agora em 25,1 bilhões de litros. A produção do biocombustível de cana e de milho deve atingir 28,5 bilhões de litros, 6,1% inferior que a temporada anterior.

Segundo a consultoria, a moagem de cana deve ficar em 568,1 milhões de toneladas, 6,2% abaixo da última safra.

Diana Cheng


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x