Financeiro

Com moagem de 1,6 mi t de cana, Santa Lúcia tem lucro recorde em 2020/21

Sucroenergética contabiliza terceira safra consecutiva com aumentos na moagem e no resultado líquido


NovaCana - 24 set 2021 - 10:31

A combinação de uma maior moagem e de preços elevados para o açúcar trouxe bons resultados para diversas empresas do setor de açúcar e etanol na safra 2020/21. Entre elas está a usina Santa Lúcia, que possui uma unidade em Araras (SP).

Na temporada, a companhia apostou na maior produção do adoçante, atingindo 108,76 mil toneladas – 61 mil do produto branco e 47,76 mil do bruto –, uma elevação de 21,2% ante as 89,75 mil toneladas da safra anterior.

Com isso, a sucroenergética obteve um lucro líquido de R$ 84,85 milhões, o maior da série histórica iniciada em 2013/14. Em comparação com os R$ 58,09 milhões de 2019/20, o maior desempenho até então, o novo valor representa um crescimento de 46,1%.

Em 2020/21, a Santa Lúcia teve uma moagem de 1,59 milhões de toneladas de cana, 6,8% a mais na comparação anual. O resultado mantém a tendência de aumentos, sendo a terceira temporada consecutiva com avanços no volume moído e no resultado líquido.

Além disso, a empresa registrou uma queda de 4,4% na produção anual de etanol, com 51,11 milhões de litros. Este impacto foi causado principalmente pela redução de 9,5% na fabricação do produto hidratado, que somou 27,61 milhões de litros. Em contrapartida, o anidro teve uma elevação de 2%, para 24,5 milhões de litros.

Leia mais no texto completo (exclusivo para assinantes):

- Histórico de resultados
- Receita bruta e líquida
- Evolução dos custos
- Lucro bruto da companhia
- Perfil do endividamento
- Resultado da J O Bioenergia


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR