Financeiro

Espanhola Abengoa tem prejuízo de R$ 151 milhões no Brasil em 2013


Valor Econômico - 07 abr 2014 - 18:44 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

A Abengoa Bioenergia Brasil, subsidiária para açúcar e etanol da empreiteira espanhola Abengoa, informou que teve em 2013 um prejuízo líquido de R$ 151,7 milhões, ante um resultado líquido também negativo de R$ 72,091 milhões de 2012.

A empresa que, informa ter no Brasil usinas com capacidade para processar cerca de 7,3 milhões de toneladas de cana por safra, teve em 2013 uma receita líquida de R$ 630,7 milhões, 5,2% acima das R$ 599,5 milhões de 2012.

O resultado operacional da companhia no Brasil, no entanto, foi um prejuízo de R$ 112,2 milhões, ante o lucro de R$ 66,2 milhões de 2012. No Brasil, a empresa produz açúcar, etanol e eletricidade.

A dívida da Abengoa Bioenergia Brasil com empréstimos e financiamentos no curto prazo caiu de R$ 559 milhões em 31 de dezembro de 2012, para R$ 367 milhões no mesmo mês de 2013, um recuo de 39,6%.

Já os débitos com o mesmo perfil, mas com vencimento no longo prazo, subiu 39% na mesma comparação, a R$ 588 milhões.

A empresa espanhola entrou em cana-de-açúcar no Brasil em 2007 com a compra de duas usinas da Dedini Agro, na época, por R$ 600 milhões. Também arrendou uma terceira planta próxima às suas duas usinas, todas no Estado de São Paulo.

A empresa também possui financiamento do BNDES e da Finep via PAISS para implantar uma usina para produzir bioetanol e biobutanol a partir de palha e bagaço de cana-de-açúcar, com capacidade para 100 milhões de litros de etanol .

Além de ser um player no Brasil, a Abengoa é uma das principais produtoras de biocombustíveis da Europa e dos Estados Unidos com uma produção global de 2,950 bilhões de litros de etanol e 225 milhões de litros de biodiesel.

Fabiana Batista


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail