PUBLICIDADE
ARMAC
Financeiro

Divisão de etanol e biodiesel da Petrobras registra maior prejuízo da história

São sete anos de existência e uma constância: prejuízo. Mas em 2015 a situação foi diferente, o rombo deixou a casa das centenas de milhões para se aproximar de um bilhão de reais em apenas 12 meses


NovaCana - 09 mai 2016 - 12:01

Operando no vermelho desde que iniciou suas atividades, a Petrobras Biocombustível (PBio), subsidiária da petroleira no setor de etanol e biodiesel, divulgou os resultados detalhados relativos ao exercício de 2015.

A PBio possui participação três empresas do setor e nove usinas, porém, apenas uma delas apresentou lucro. Nas demais oito usinas a presença da PBio é marcada por prejuízos sistemáticos praticamente desde o início da operação em conjunto.

Somados, os prejuízos do braço da estatal alcançaram R$ 955,9 milhões, o pior resultado da história da divisão de biocombustíveis da Petrobras em apenas um ano.

Deste total, mais de R$ 340 milhões são atribuídos às operações no mercado sucroenergético.

Veja na reportagem:

- Evolução do prejuízo da PBio ao longo dos anos;
- Dados sobre a produção das coligadas;
- Detalhamento dos resultados da PBio;
- Resultados detalhados por ano de cada uma das empresas;


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x